Banner Rapaz em Amarelo

Brasil, 1981. Alberto é o novo estagiário da Lima Advogados Associados. Sua presença e sua peculiar afeição pela cor amarela despertam a atenção de todos os funcionários, especialmente a de Rodolfo.
 
O projeto Rapaz em Amarelo é um curta-metragem de temática LGBT realizado como Trabalho de Conclusão de Curso de alunos do Bacharelado em Imagem e Som.


Com inspirações no Camp, na pornochanchada e nas vivências gays dos anos 1980, o filme coloca em pauta conflitos entre diferentes masculinidades homossexuais através da relação entre o não-assumido Rodolfo e o jovem afeminado Alberto. Encabeçado por uma equipe de homens gays e mulheres, o filme dá voz a minorias historicamente silenciadas ao refletir na tela suas vivências e questões.


O curta está em campanha de financiamento coletivo através do Catarse até 09/06/2017 (catarse.me/rapazemamarelo) e, ainda, comercializa cotas de patrocínio (ver link https://goo.gl/4ZyBgB). Assista ao vídeo do Catarse em https://youtu.be/pKXjYj2VT9I.


Para mais informações acesse a página facebook.com/rapazemamarelo ou entre em contato através do email rapazemamarelo@gmail.com.

 


 

 

 

 

 

 

Arte Geralda

O curta metragem Geralda, atualmente em fase de pré-produção, e realizado por alunos do Bacharelado em Imagem e Som, seleciona atores na cidade de São Paulo para integrar o elenco da obra de ficção.

Trata-se de uma obra de aproximadamente quinze minutos: Geralda é uma senhora que ficou viúva recentemente, após ser casada por mais de 50 anos. Observando os porta-retratos que enfeitam sua casa, ela percebe o quão pouco havia mudado em todo aquele tempo e quanto ela havia abdicado de seus próprios gostos pela família. Com a ajuda de sua neta, ela reorganiza seus móveis e, no processo, se reconecta com sua juventude, seus sonhos esquecidos e descobre uma nova perspectiva para o futuro.

A equipe do curta busca atrizes da região, independentemente da experiência, para dar vida às personagens. As selecionadas receberão cachê pelo trabalho. Enviar nome, idade, papel desejado e portfólio de foto e vídeo para geraldafilme@gmail.com com o assunto CASTING SÃO PAULO - (Nome da personagem).

O período do casting em São Paulo será 06 e 07 de maio de 2017.

Perfis
GERALDA - entre 60 e 70 anos; Teimosa, energética e impaciente, carinhosa com filhos e netos e apaixonada por Roberto Carlos.
ELEONORA - entre 65 e 85 anos; Senhora mais velha, vizinha de Geralda. Ativa e alegre, gosta de conversar e cozinhar.
FABIANA - entre 40 e 50 anos; Filha de Geralda, mãe divorciada e um tanto conservadora. Tem o hábito de se preocupar demais com as coisas da vida.
GIOVANA - entre 17 e 24 anos. Neta de Geralda, uma jovem criativa, engajada e de espírito livre. É sociável e gosta de experimentar coisas novas.

Casting Geralda

Contato
Email: geraldafilme@gmail.com
Página do projeto no Facebook https://www.facebook.com/FilmeGeralda
Perfil da Produtora do projeto: https://www.facebook.com/recy.cazarotto

 

VII Jornada de Estudos em Educação Musical

20, 21 e 22 de JULHO de 2017

São Carlos, SP

          A Jornada de Estudos em Educação Musical é um evento que visa auxiliar na formação continuada de profissionais para o uso da música como ferramenta de trabalho e expressão; incentivar o estudo, o desenvolvimento e a aplicação de novas metodologias nas diversas áreas de atuação do Educador Musical; provocar o senso crítico de profissionais e estudantes em relação a questões científicas, educativas, sociais, filosóficas, culturais e profissionais no âmbito da Educação Musical e estimular a produção científica básica e aplicada na área.

 

Para maiores informações, contato e inscrições, acesse: https://jornadamusical2017.faiufscar.com/

 

 

 

 

Tema: Educação Musical em Coletividade

          Mais do que o ensino coletivo de música, quando pensamos em educação musical em coletividade, falamos daquele ensino preocupado com a formação integral dos seres humanos envolvidos, e que acredita que não se pode aprender música isoladamente. Nós, seres humanos, somos seres sociais, incompletos, aprendemos nas relações uns com os outros, por isso não se ensina sozinho, assim como também não se aprende ou se faz música sem interação humana. Nesta edição da JEEM, vamos compartilhar e vivenciar experiências não só de ensino coletivo de música, mas também de espaços onde a música é feita em coletividade, de forma colaborativa, porque a educação musical é mais do que a instrução de algum instrumento, é a relação que se estabelece entre a música, os seres humanos e o mundo.

#vemprajeem #jeem2017 #7jeem

 

 

 

Outros links de interesse:

E-mail: jeemufscar@gmail.com | submissaojeem@gmail.com

Facebook: https://www.facebook.com/jeemufscar/

Academia.edu: https://independent.academia.edu/jeemufscar

 

 

 

 

 

Subcategorias