No dia 05/12, às 19h (AT2 38), será realizado o Workshop de Distribuição com Carol Misorelli (Taturana Mobilização Social), como atividade da disciplina "Coordenação de Veiculação", ministrada pela profa. Dra. Alessandra Meleiro.

Haverá atividade prática de criação de estratégias de mobilização e circulação de filmes realizados como TCCs da Imagem e Som (2017); Apresentação da metodologia de mobilização e difusão de obras audiovisuais que a Taturana vem desenvolvendo, além da contextualização sobre o mercado de distribuição audiovisual brasileiro, como potencializá-lo como ferramenta de impacto social e de formação de público.

Programação
19h – 20h - Apresentação e Mercado de distribuição audiovisual no Brasil
20h – 21h15 - Plano de mobilização (atividade prática)
21h15 - 21h30 - Intervalo
21h30 –22h - Impacto Social

Carol Misorelli
Sócia-fundadora da Taturana - Mobilização Social. É graduada em Administração de Empresas (FEA-USP) e Relações Internacionais (PUC-SP), pós graduada em História da África (UCAM) e mestranda em Antropologia Visual pela Freie Universitaet Berlin. Trabalha há mais de 15 anos com movimentos e organizações sociais, tendo trabalhado na área de mobilização social do Canal Futura, responsável pela avaliação de impacto social. Atua na Taturana com a concepção e realização de projetos de impacto social a partir de filmes; e como facilitadora de processos de planejamento e avaliação participativos de organizações sociais e fundações.

Taturana
A Taturana é um negócio social que surgiu em 2013, em resposta ao contexto de distribuição no mercado audiovisual, com o objetivo de democratizar o acesso ao cinema, e potencializá-lo como ferramenta de impacto social. Diante da escassez de salas de cinema comerciais, a Taturana reconhece e potencializa espaços de cultura e educação independentes brasileiros – que não tem acesso aos novos conteúdos audiovisuais produzidos – como potenciais exibidores. São oferecidos, por meio de uma plataforma digital, conteúdos a essa potencial rede exibidora independente, constituída por cineclubes, escolas, organizações sociais, universidades, entre outros.

A rede é aberta a participação de qualquer espaço que gostaria de se tornar exibidor e está em permanente crescimento. Auto-gerida, a rede escolhe os filmes que deseja exibir e articula o público, por meio de seus canais próprios.

São objetivos da Taturana:
 > Democratização do acesso ao cinema no Brasil;
 > Engajamento de pessoas e instituições em causas e conteúdos relevantes abordados pelas obras;
 > Formação de público para a cultura audiovisual;
 > Ocupação de espaços públicos e de interesse público com atividades socioculturais ligadas a cinema/audiovisual